A gestão de PMEs apresenta desafios constantes e, ao contrário dos grandes empresários, você não tem um grande orçamento e diversos funcionários para lidar com eles. Por isso, a tecnologia deve se transformar em sua aliada: ela tem trazido muitos avanços para a gestão e administração de diversos negócios.

Desse modo, você poderá ganhar vantagens competitivas para vencer, até mesmo as grandes empresas do seu setor. Afinal, você terá mais integração entre os setores, mais exatidão de dados e uma otimização dos custos operacionais.

Além da gestão, muitas outras tarefas ficam bem mais simples. Por exemplo, o relacionamento com o cliente não fica mais tão dependente de seus vendedores: é possível programar ações automáticas nos CRMs. Também, a comunicação é aprimorada com uma rede interna, permitindo o aumento da produtividade.

Para que você fique por dentro de todos esses benefícios, escrevemos este texto com 5 aplicações fundamentais para sua empresa:

1. ERP: Tecnologia para empresas que integra todas as ferramentas de gestão

Os módulos de ERP podem ajudar os administradores de uma organização a monitorar e gerenciar diversos pontos:

  • a cadeia de suprimentos;
  • o setor de compras;
  • os inventários;
  • as finanças;
  • os ciclos de vida do produto;
  • seus projetos;
  • os recursos humanos;
  • o relacionamento com clientes;
  • a estratégia de Business Intelligence e tantas outras tarefas essenciais.

Assim, por meio de diversos painéis executivos integrados em uma única plataforma, é possível reunir em uma única aplicação de tarefas que requeriam mais de 10 softwares diferentes. Além disso, há outras vantagens, veja abaixo.

Base de dados unificada

Cada software utiliza uma base de dados para armazenar as informações inseridas pelo usuário. Quando temos diversas plataformas, é preciso inserir manualmente os dados em cada uma delas para gerar os resultados.

O resultado prático disso é catastrófico para uma PME: seus funcionários acumulam mais uma função, a de integrar as diversas plataformas. Isso gera uma perda considerável de recursos humanos e aumenta a chance de erro de transmissão de informações.

Com um ERP, por outro lado, quando um funcionário do setor de vendas computar a saída de um produto, as informações a respeito do estoque, do fluxo de caixa e do ciclo de vidas serão automaticamente atualizadas.

  Guia definitivo de tecnologia para pequenas e médias empresas

Portanto, em uma PME, a automatização da base de dados é uma ferramenta crítica, pois permite que os funcionários se especializem em suas funções e produzam um produto ou serviço de destaque em relação aos concorrentes.

2. CRM: a ferramenta que automatiza seu relacionamento com o cliente

O Customer Relationship Management (CRM) — em português, Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente — é uma aplicação cujo objetivo é gerenciar a interação de uma empresa com clientes atuais e potenciais.

Para isso, são analisados dados sobre o histórico do cliente com a empresa ou parceiros, suas redes sociais e quaisquer outros inputs que possam fornece informações estratégicas. Assim, otimiza-se as relações de negócios com o público de forma proativa, garantindo a atração de novos clientes e a fidelização dos antigos.

Desse modo, os sistemas de CRM compilam os dados de uma ampla variedade de canais de comunicação, incluindo site, telefone, e-mail, bate-papo, materiais de marketing e mídias sociais. Com isso, as empresas aprendem mais sobre seus públicos-alvo e sobre como atender melhor às suas necessidades.

Aproveitando todas as oportunidades

O CRM fornece uma ajuda considerável ao time de vendas. Por exemplo:

  • pode alertar quando sua empresa está deixando determinado público sem campanhas de marketing direcionadas a ele;
  • cria lembretes para avisar de reuniões com clientes importantes;
  • planeja, agenda e publica campanhas marketing;
  • reúne as informações mais importantes para a persuasão de um cliente.

Para as PMEs, que possuem um orçamento apertado para o marketing e o relacionamento com o cliente, essa ferramenta é essencial. Devido ao seu alto grau de otimização, você pode dispensar seus colaboradores de tarefas simples, como enviar manualmente campanhas de e-mail marketing, mandar SMS com promoções e ofertas, etc.

Desse modo, eles podem se especializar em tarefas que dão um alto retorno para a sua empresa, como a criação de campanhas de marketing criativas e a elaboração de estratégias de retenção e de fidelização.

  Como escolher um notebook para sua empresa?

3. Intranet: a melhor plataforma de comunicação para empresas

A intranet é uma rede privada acessível apenas ao pessoal da sua empresa. Ela possui ferramentas muito semelhantes à internet, com a possibilidade de conectividade infinita e acesso rápido a informação. Porém, ela ainda é capaz de trazer soluções únicas para as organizações, como criptografia dos dados, controle de acesso às informações e ferramentas de automação.

Assim, fornece um único ponto de partida para acessar recursos internos e externos, proporcionando uma comunicação rápida e eficaz. Com isso, sua rede local é utilizada para se tornar um banco de dados amplo e seguro, facilmente compartilhável entre os colaborados das PMEs. Entre seus principais benefícios, podemos citar:

Produtividade da força de trabalho

Os mercados atuais são muito dinâmicos e as mudanças dentro da sua PME ocorrem de forma cada vez mais acelerada. Por isso, para não perder vantagens competitivas, é essencial ser responsivo a cada novo estímulo.

A intranet facilita essa tarefa: as novas informações são atualizadas em tempo real com os sócios, colaboradores, vendedores e, mesmo, clientes.

Otimização do tempo

As intranets permitem que as organizações distribuam informações aos funcionários conforme a sua necessidade. Assim, eles tem acesso somente às informações mais importantes para determinada tarefa e não são distraídos pelas inúmeras funcionalidades de determinada plataforma.

4. Armazenamento em nuvem: SaaS que diminui sua demanda por infraestrutura

Essa ferramenta tem permitido que as empresas encolham bastante a sua infraestrutura de TI. Desse modo, os custos são reduzidos e a eficiência aprimorada. Com a nuvem, vez de guardar suas informações em servidores internos, você utiliza a internet para acessar os dados de servidores remotos.

Com isso, você tem um serviço compatível com a sua demanda: quando precisar armazenar mais dados, basta contratar um pacote superior. Quando essa demanda desaquecer, bastará retornar ao pacote anterior. É por esse motivo que o DropBox e o Google Drive se tornaram onipresentes nas empresas, desde PMEs até multinacionais.

5. Sistemas de gerenciamento de estoque: seu estoque sempre em suas mãos

Um Warehouse Management System (WMS) é um aplicativo especializado no suporte às operações do dia a dia do estoque. O aplicativo faz isso permitindo que os usuários tenham um sistema centralizado, permitindo diferentes tarefas de gerenciamento de estoque — registro da entrada e saída de insumos, controle do inventário, preparação de documentação são gerenciadas.

  Telecom Expense Management (TEM): saiba como tirar proveito desta ferramenta

Além disso, trazem uma grande mobilidade, pois geralmente são serviços na nuvem, que podem ser utilizados em dispositivos portáteis ao mesmo tempo em que atualizam simultaneamente qualquer modificação na plataforma nos desktops do escritório da sua PME.

6. Automação de força de vendas: toda ajuda e mobilidade para a sua equipe de vendas

O software de automação da força de vendas (SFA) é um tipo de programa que automatiza algumas tarefas comerciais, como controle de estoque, processamento de vendas e rastreamento de interações com clientes, além de analisar as previsões do desempenho das vendas.

Assim, as empresas podem escolher uma versão personalizada desenvolvida especificamente para suas necessidades ou escolher dentre o número crescente de produtos prontos, sem a possibilidade de customização.

Um ponto importante a se observar — seja qual for a sua escolha — é a possibilidade de uma solução mobile. Afinal, sua equipe de vendas precisará de muita mobilidade tanto para realizar tarefas in loco quanto em campo, como o processamento de vendas para equipes externas.

Portanto, com a tecnologia para as empresas, você terá a possibilidade de um planejamento estratégico muito mais avançado — uma vez que você pode moldar as aplicações para controlar o que você realmente precisa. Além disso, o monitoramento de resultados fica bem mais facilitado: com a automatização trazida pelos ERPs e pelos CRMs, todos os dados são automaticamente atualizados e integrados com todas as demais ferramentas.

Ficou com alguma dúvida a respeito de qualquer uma dessas ferramentas ou quer saber mais informações sobre alguma ferramenta que não citamos? Não deixe de comentar no nosso post!

 

Conheça também o guia de Empresas de desenvolvimento de sistemas do Portal Universo Móvel.

 

Carregar Mais Posts Relacionados
Carregar Mais Em TI
Comentários estão fechados.