A escolha de uma boa ferramenta de trabalho não tem sido uma tarefa fácil para pequenos e médios empresários; ainda mais se esta ferramenta for um notebook. Isto ocorre quando a empresa necessita de mais produção em menos tempo, facilidade no manuseio e maior potência.

De repente você está no escritório, mas quer ir para um ambiente mais calmo, como sua casa ou uma cafeteria de costume. Neste caso, o tamanho e o peso são dois pontos a considerar.  Seja como for, você precisa saber escolher um notebook corporativo que melhor se encaixe nas dimensões do seu negócio.  

1º Escolha um sistema operacional

Windows

Apesar de ser o sistema mais popular e usado no mundo, você não precisa escolher o Windows para seu negócio. Mas convenhamos que ele é o preferido de muitos empreendedores pela faixa de preço e baixo custo de manutenção em relação aos outros. O Windows é utilizado em grande escala nos escritórios corporativos, principalmente no Brasil. O surgimento da versão 8 causou muita animação na crítica, especialistas e até mesmo nos concorrentes, por criar parcerias com grandes empresas como a Nokia e a Samsung. O Windows 10 abraça novas ferramentas e aplicações que lhe conferem melhor organização dos seus trabalhos.

Não pense você que é preciso abrir o notebook no metrô ou no trânsito, o sistema conversa com o aparelho celular e com o tablet: você pode acessar documentos e e-mails em qualquer lugar. O ponto negativo do sistema é a pouca demanda de aplicações específicas para o Touch Screen.

Mac OS X  Apple

Este é outro gigante e briga lado a lado em questão de qualidade com o Windows. Mas não tem a mesma proporção de compra ou de preferência. É claro que se pudessem escolher melhor, as empresas seriam unânimes ao Mac. Os fatores positivos no sistema são a interface com configurações flexíveis, beleza e potência na hora de utilizar software pesados, como os dos profissionais engenheiros, editores de vídeo e designers.

O sistema OS X é considerado superior ao Windows 10; você pode perceber pela disponibilidade de aplicações mais versáteis, leves e simples. Ele também tem a interação efetiva com outras aplicações da mesma empresa: o Iphone, Ipad e ipod. Mas o que deixa o Mac OS ser preferível como objeto de desejo por qualquer profissional, é sua segurança.

O que mais negativa as qualidades dos notebooks corporativos da Apple são os preços elevados. Talvez por isso não é o líder de vendas no mundo.

Linux Ubuntu 16.04

Você com certeza já ouviu falar do Linux, muitos notebooks são adquiridos com este sistema por ser muito fácil de manusear e possui uma interface gráfica invejável. Melhor ainda, o Ubuntu 16.04 é gratuito. Sim, pode ser distribuído gratuitamente, ser copiado, enfim… Ele é o terceiro sistema operacional mais utilizado no mundo. Além disso, é considerado o sistema mais rápido nas aplicações e responde melhor os comandos solicitados.

Sua desvantagem está em não ser compatível, em relação aos outros, com os softwares muito extensos como o AutoCAD e alguns do mesmo nível.

Olhando pelo lado da rapidez e versatilidade, o Ubuntu demora em média 20 minutos para ser instalado ou atualizado, enquanto o Windows, cerca de 2h30 a 3h.

2º A melhor segurança possível

notebook-para-empresa

O melhor sistema já desenvolvido para a segurança de um notebook é, sem dúvida, o reconhecimento facial. Junto com o biométrico. A máquina é equipada com a câmera RealSense 3D, tecnologia Intel, que mapeia os traços do seu rosto e memoriza no banco de dados. Só você poderá desbloqueá-la a partir de então.

O sensor biométrico foi desenvolvido para ser uma das maiores seguranças do notebook corporativo. Todo seu trabalho e arquivos particulares não poderão sequer ser acessados porque sua digital estará registrada na configuração do sistema. Há modelos diferentes que podem ser levados em consideração por você na hora de escolhê-los: os mais antigos você precisará encostar o dedo e deslizá-lo sobre o sensor, os atuais são similares aos usados em sistemas bancários – você só precisa encostar o dedo.

Para empresas que prezam pela segurança da informação institucional, de negócios e dados dos clientes, uma solução de mercado é o vPro – também tecnologia da Intel. Foi desenvolvido para o notebook corporativo e para o computador de mesa. Se você tem uma empresa sem um núcleo de TI, o vPro possui um serviço especializado por uma empresa terceirizada que pode cuidar disso. O sistema permite que os dados sejam atualizados por recurso remoto. Não há comprometimento na eficiência do trabalho.

Agora imagine as informações de negócios, dados bancários e cadastrais criptografados. De repente você pode perder seu laptop, e até mesmo ser roubado, mas os conteúdos estarão seguros. Este é o Trusted Platform Module (TPM): consiste em um chip instalado na placa-mãe que codifica todas as informações armazenadas. O dono do notebook pode acessá-lo de forma convencional, mas os acessos não autorizados não permitem que o invasor veja nenhuma informação.  

Não há como ser violado. Caso o chip seja instalado em outro notebook, o conteúdo será preservado.

3º Mas e o tamanho e peso?

Do que foi dito até aqui nada importa se não for ajustada uma escolha pelo tamanho e pelo peso do aparelho. A portabilidade de um computador de trabalho foi o motivo de o notebook ser inventado, em 1981, por Adam Osborne. Seu notebook pesava 12 kg e o tamanho era de 5’’. Por sorte, a tecnologia sempre evolui. Quanto mais potência maior o tamanho. Portanto, tamanho não está muito ligado ao peso.

Ultraportáteis – Em média notebooks de 7’’ a 12’’; são pequenos e muito leves (1,13 kg a 1,58 kg). A capacidade de locomoção, com um deles, até uma criança poder ter. Muitos profissionais os têm para simplesmente visitar os clientes e oferecer os produtos, acessando na hora, os sistemas ou sites da empresa. Seu peso condiz com sua potência: quase nenhuma.

Portáteis – Os modelos mais convencionais estão nesta categoria: 13’’ a 17’’; mas não são sempre leves (em média de 1,81 kg a 2,94 kg). Algumas marcas conseguem reduzir o peso com algum recurso tecnológico. No entanto, a média é muito similar entre concorrentes.

Desktop – Estes notebooks foram desenhados para substituir o desktop comum. Ou seja, o computador de terminal fixo. São em média de 18’’ a 21’’ com as variantes de peso entre 4 kg a 8 kg, dependendo da dimensão do display. Muitos profissionais são adeptos ao modelo desktop. Seja para si ou para sua empresa.

computador-para-empresa

A duração da bateria é muito variável. Algumas marcas têm desenvolvido recursos específicos como bateria de lítio íon de 3 a 12 células. As capacidades transitam entre 2h30 a 14h de duração.

4º Tipos de teclados

notebook-teclado

É evidente que o teclado de um notebook é o oposto do computador convencional. A escolha do notebook pelo teclado muitas vezes é ignorada porque é sempre levado em conta a capacidade de armazenamento e potência, deixando o teclado em última instância. Muitas vezes em nenhuma.

Mas se você puder encontrar potência, beleza e ergonomia, seja exigente na escolha do teclado também. Os mais modernos são aqueles em que requer pouco movimento dos seus dedos na hora de digitar. Correspondem bem ao toque sem esforço, e o efeito sonoro – encontrado nos teclados comuns de computadores e antigos notebooks – são quase imperceptíveis.

5º Definindo valores – orçamento

Notebook, no Brasil, nunca foi barato, tampouco será pelos próximos 2 anos. Há algumas marcas das quais valem a pena serem redigidas para que você tenha uma noção dos preços na hora de comprar. A pesquisa em diversas lojas é necessária porque cada uma possui seu sistema de juros.

Se você tem em torno de R$900, ao seu alcance está um notebook Positivo com o sistema operacional Chrome OS. Não é ruim; em alguns locais de vendas permitem os testes em seus modelos.

Entre R$2.000 a R$2.600, Os modelos Samsung e Asus estão disponíveis e com uma certa capacidade técnica em potência e longevidade. Ambos comportam os sistemas mais comuns como o Windows e Linux.

A Dell possui alguns dos melhores notebooks corporativos no Brasil. Os preços variam muito: os seus modelos mais baratos e simples (mas com grande capacidade) custam em média R$3.000 a R$4.000.

E por último, você que tem um investimento para um sistema mais duradouro e completo, tem a opção de pesquisar e adquirir um Apple. Seus preços variam entre R$5.000 a R$8.000.

6º Tipos de processadores

Intel Core i3 – é considerado um processador de baixo rendimento. É um sistema básico onde você pode apenas trabalhar em planilhas, e-mails, escrever e navegar na internet; ele atenderá muito bem nestas perspectivas.

Intel Core i5 – este elemento é o intermediário da Intel; tornando seu notebook capaz de desenvolver pesquisas um pouco mais complexas em sites mais pesados. Você poderá escutar música e assistir filmes sem travar as cenas e os áudios.

Intel Core i7 – se você procura potência e velocidade, o i7 é o mais recomendável. O processador permite ter jogos com gráficos de alta qualidade, softwares pesados como o AutoCAD, InDesign e Finale.

AMD Phenom II – muitos especialistas dizem ser o concorrente do Intel i7; outros acreditam que está abaixo. Mas se você optar pela escolha deste processador não irá se arrepender. É diretamente o equivalente ao i7; fazendo com que as mesmas funções sejam exercidas com a mesma qualidade.

Lembre-se de que este artigo tem a finalidade de nortear suas pesquisas para adquirir seu novo notebook corporativo. Portanto, siga nossas sugestões nesta procura. Se ainda tiver dúvidas, deixe o seu comentário abaixo.

Visite o Portal Universo Móvel. Mais tecnologia para sua empresa crescer!

  [Artigo da Epson] Tendências do mercado de impressão para 2017
Carregar Mais Posts Relacionados
Carregar Mais Em TI
Comentários estão fechados.